´Dei glória a Deus porque não fui´, diz Robinho sobre a Copa no The Noite

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Divulgação

O jogador Robson de Souza, mais conhecido como Robinho, é o entrevistado de Danilo Gentili no The Noite desta terça-feira, 03 de março. Atualmente no Santos, ele comenta na entrevista sobre o começo da carreira e fala sobre a experiência de ter sido guardador de carros. “Os caras me chamavam de “neguinho do cemi”, porque eu tomava conta dos carros do cemitério. Alguns caras eram “zoião” e só iam nos carros chiques, mas eu ia nos mais simples porque a caixinha era maior”, conta.

Sobre não ter sido convocado para a Copa do Mundo no ano passado, Robinho afirma que também achou que estaria entre os escolhidos, já que sua foto estava até no álbum de figurinhas oficial do evento. “Mas graças a Deus tive um livramento, porque o Brasil …”, disse o jogador, que ainda completou: “com o passar do tempo dei glória a Deus porque não fui”.

Robinho declara ainda que o futebol está usando mais a força do que o gingado em campo e diz que procura usar a inteligência para vencer a força física dos adversários. Sobre os filhos, Gianluca e Robson Jr, ele afirma que o primeiro teria puxado seu dom para a dança, enquanto o segundo já começa a dar sinais de que gosta de futebol. “A cobrança começa em casa. Às vezes meu filho fala: “Pô, pai, não jogou nada hoje!”, afirma.