“Depressivo”, diz irmã sobre homem desaparecido há mais de 15 dias; família pede ajuda

Fonte: Da redação

A família de Anderson Sena, 36 anos, sofre desde o seu desaparecimento, no fim do mês de novembro. Segundo a irmã dele, Aline Sena, o homem, morador do bairro do Uruguai, estava depressivo e não queria tomar os remédios.

“Já procuramos em hospitais, no Instituo Médico Legal (IML), mas ele não está nos locais que costumava frequentar. Estamos angustiados”, conta Aline ao Aratu Online. Segundo ela, o irmão ficava sempre no mesmo trajeto, entre o Uruguai, Sete de Abril e Castelo Branco, onde há casas de parentes.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Anderson pode ser comunicada à Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP), pelo telefone (71) 3116-0357

LEIA MAIS: Atendido por Kátia Vargas, paciente detalha como a médica está um ano após júri

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.