Professores e estudantes de Salvador protestam contra bloqueio de recursos da educação

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Manoel Porto

Milhares de professores e estudantes participam, na manhã desta quarta-feira (15/5), do protesto contra o bloqueio de recursos da educação anunciado pelo MEC e contra a reforma da previdência. A manifestação – que se concentrou, inicialmente, no Campo Grande -, faz parte de um ato nacional.  O repórter Dinho Jr., do QVP, está no local, acompanhando a caminhada, que tem como destino à Praça Castro Alves.

VÍDEO:

Segundo a organização, 25 mil pessoas participam da manifestação. A Polícia Militar (PM), por sua vez, não divulga estimativa de público.

Também participam do protesto entidades de classe, como a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Bahia (APLB), Sinpro (Sindicatos dos professores das escolas particulares, União Nacional dos Estudantes (UNE), Associação dos Professores Universitários da Bahia (Apub) e Sindicato dos Trabalhadores Técnico e Administrativos da Universidade Federal (Assufba).

CONVOCAÇÃO

Curiosamente, o plenário da Câmara aprovou por 307 votos a 82, a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar aos parlamentares os cortes no orçamento das universidades públicas e de institutos federais.

Por se tratar de convocação, o ministro é obrigado a comparecer à comissão geral que o ouvirá no plenário da Câmara nesta quarta-feira (15/5), às 15h. Segundo o autor do pedido, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), o ministro precisa explicar como será feito o bloqueio dos recursos.

LEIA MAISMotorista filma exato momento de seu próprio acidente na BR-116; veja vídeo

LEIA MAISCâmara convoca Ministro da Educação para explicar bloqueio a universidades