EMBOSCADA: Motorista do Uber é espancado por grupo de homens no final de linha de Santo Inácio

Fonte:

O motorista de Uber Ricardo Souza, 36 anos, foi espancado por volta do meio-dia desta terça-feira (4/10), no final de linha do bairro de Santo Inácio. Ele teria sido vítima de uma emboscada planejada por um grupo de homens, que o atacaram após ele atender a um chamado feito via aplicativo.

Em contato com o Aratu Online, o comandante da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar, major César Souza Ferreira, disse que a vítima foi abordada por aproximadamente oito pessoas:

“Ele estava muito ferido. Sofreu uma lesão grave na boca, hematomas no rosto e na cabeça e estava muito atordoado”, contou. Em nota, a assessoria da secretaria municipal de Saúde disse que ele apresenta “corte nos lábios, perda de unidades dentárias, além de traumas diversos no rosto e escoriações no corpo”.

Ferreira disse ainda que o veículo e documentos foram levados pelo grupo. Ricardo foi socorrido por uma equipe da 48ª CIPM e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento de Santo Inácio.

“Nós chegamos a prender um rapaz e o levamos até a vítima, mas ele disse não ter condições de realizar o reconhecimento”. O suspeito foi liberado em seguida.

Em nota, a assessoria da PM-BA disse que a viatura foi recebida a tiros após ser acionada por populares para atender ao chamado de um espancamento. “Houve revide, mas os suspeitos conseguiram fugir”, diz o texto. Ele teria sido “sequestrado, espancado e roubado”.

O motorista já foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não há mais informações sobre o seu estado de saúde. Um grupo de “uberistas” realizou um protesto na frente do hospital. Nenhum dos envolvidos no espancamento foi preso até o momento.

Foto: Google Street View

*Atualizada às 18h04