Emoção e homenagens marcam 50 anos de fundação do Hospital Martagão Gesteira

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação

Solenidade realizada na manhã de hoje (17), no Hospital da Criança Martagão Gesteira, comemorou o cinquentenário de fundação da instituição. A abertura do evento contou com a apresentação da Orquestra NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia). Estiveram presentes representantes da sociedade civil, diretores da Liga Álvaro Bahia, do próprio hospital, além de funcionários e autoridades, como os representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Organização das Nações Unidas (ONU). Com a ONU, foi celebrado um Memorando de Entendimentos (MOU) para cooperação nas ações em defesa das crianças no mundo.

“O Brasil, e em especial a Bahia, é referência no combate à mortalidade infantil no mundo, principalmente nos últimos 25 anos. Queremos melhorar ainda mais a atenção com as crianças e suas famílias. Esta ação formalizada hoje com a assinatura do MOU simboliza nosso esforço em mobilizar recursos e difundir boas práticas para a erradicação da mortalidade infantil”, afirma Jorge Chediek, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil e representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil.“Nossa maior alegria aqui hoje é a de comemorar a nossa existência sólida mesmo após 50 anos de fundação. Além disso não paramos por aí. Estamos dispostos a ampliar e oferecer o dobro de especialidades médicas que temos atualmente e é nossa missão promover o cuidado necessário com estas crianças que atendemos aqui. Faz parte da nossa missão e isto é o que nos impulsiona para nossa visão de futuro. Queremos ser um dos melhores hospitais pediátricos do mundo!”, explicou empolgado Dr. Durval Olivieri, presidente do Conselho Administrativo da Liga Álvaro Bahia.

O momento de emoção veio quando a neta do Dr. Álvaro Bahia – fundador da Liga que leva seu nome, Rosina Bahia falou sobre a importância do hospital para os baianos. “É uma grande honra e uma responsabilidade enorme carregar o nome desta família e com ela a sua belíssima obra, iniciada lá atrás, ainda com a criação da Liga Contra a Mortalidade Infantil. Tempos depois a mesma mudou de nome para homenagear meu avô, Dr. Álvaro Bahia. Quis o destino de Deus que ele não visse o hospital Martagão Gesteira pronto e funcionando, pois faleceu menos de seis meses antes da sua inauguração, mas tenho certeza que trilhamos o caminho certo deixado por Dr. Álvaro Pontes Bahia”, disse Rosina, arrancando aplausos da plateia.

Conselho Internacional da Criança
Um dos momentos importantes da solenidade foi a inauguração do Conselho Internacional da Criança (CRIA), um Órgão Consultivo e de relacionamentos institucionais da Liga Álvaro Bahia com entidades nacionais e internacionais. Participarão do CRIA membros com reconhecido valor moral e competência na assistência físico-psíquico-social da criança, promovendo o livre intercâmbio de informações e cooperações técnicas para assuntos desta pertinência.

O superintendente da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade infantil, Antônio Novaes Júnior citou aspectos da administração do Hospital Martagão Gesteira com otimismo. “Enxergo uma atmosfera muito boa aqui dentro do hospital. Não só pelo lado humano, mas também no aspecto administrativo. Demos um salto muito grande na gestão competente do hospital e percebo que a sociedade reconhece esse bem que é dos baianos. Vamos construir nossa terceira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) infantil e ampliar a oferta de serviços de alta complexidade em 50%. Já na Liga Álvaro Bahia, projeto a ampliação em ações sociais e estamos em estudos para implantar uma ‘escola de ensino’, na qual formaremos gestores hospitalares e outros ensinamentos com a nossa expertise. Quero aproveitar a presença de representantes da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e do representante do governador Rui Costa para colocar o Hospital Martagão Gesteira à disposição do estado para cuidar do Hospital da Criança de Feira de Santana”, concluiu.

Durante a solenidade, os convidados puderam conhecer, em primeira mão a nova campanha do Hospital Martagão Gesteira, que traz como protagonista a intérprete Maria Bethânia, que também completa em 2015 seus 50 anos de carreira. Essa é a terceira vez que uma campanha da instituição conta com a participação da cantora.

IMG_20150317_114010517

Bethânia protagoniza a campanha do hospital. Foto: divulgação

50 anos de assistência à criança
A história do Hospital Martagão Gesteira se confunde com a história de dois grandes médicos pediatras e amigos: Joaquim Martagão Gesteira e Álvaro Pontes Bahia. Fundado no ano de 1965, o Hospital da Criança, como é chamado, foi o primeiro hospital pediátrico do Norte-Nordeste e o pioneiro nos mais importantes serviços de assistência voltados à criança, a exemplo do serviço de Onco Pediatria.

O Hospital, cujo nome foi dado por seu fundador, Álvaro Bahia, em homenagem ao amigo, Dr. Martagão Gesteira, é a mais importante criação da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, instituição criada na década de 1920 e que teve papel fundamental para a redução da mortalidade infantil na Bahia.

O Hospital é fruto do sonho inabalável de Álvaro Bahia, que lutou durante 18 anos para a sua construção, mobilizando a classe médica, a sociedade baiana e as autoridades de saúde, nos âmbitos municipal, estadual e federal. O pediatra, que dedicou a vida à medicina, planejou o hospital em seus mínimos detalhes. Morreu sem que o hospital fosse inaugurado.

Ao longo dos seus 50 anos, o Hospital Martagão Gesteira vivenciou momentos áureos e de grande crise financeira. Hoje a instituição é referência na saúde infantil, reunindo mais de 20 especialidades voltadas para a criança. São mais de 500 atendimentos diários, com destaque para os tratamentos complexos, como Oncologia, Neurocirurgia e Cardiologia.