Ensaio Especial de Lançamento do Bloco Cortejo Afro acontece nesta segunda

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Edgar de Souza/divulgação

O Cortejo Afro realiza Ensaio Especial de Lançamento do Bloco Cortejo Afro – Carnaval 2015 nesta segunda-feira (26/01), no Largo Pedro Archanjo – Pelourinho, a partir das 21 horas. O show contará com as participações especiais das cantoras Alinne Rosa, Ju Moraes e Ludmillah Anjos.

Durante o show, a banda Cortejo Afro apresentará a prévia do que acontecerá nos dias de desfiles do Bloco Cortejo Afro que, em 2015, levará para a avenida o tema “Oyá Balé – A Dona da Porteira do Continente Africano – Uma homenagem a Mãe Santinha de Oyá”.

No repertório, além das composições da Banda como Vou Sambar, Reze e Ageumbó, já consagradas pelo público, serão apresentadas releituras de clássico da MPB e as músicas compostas especialmente para este Carnaval, que irão garantir a animação, fazendo o público cantar, dançar e se divertir. O projeto é uma realização da Entidade Cultural Cortejo Afro.

Cortejo Afro

Foi criado em 02 de julho de 1998, na comunidade de Pirajá. Sua origem, dentro dos limites de um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oyá, sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atesta toda a sua identidade, autenticidade e força.

O Bloco foi idealizado pelo artista plástico Alberto Pitta, que há mais de 30 anos, desenvolve trabalhos ligados à estética e cultura africana. A intenção de Pitta é resgatar as cores, sons e ritmos do carnaval, que em sua opinião “o tempo se encarregou de apagar, tornando a maior festa popular do mundo, numa pasta só”. A entidade, envolvida com esta proposta, desenvolve trabalhos sociais junto a sua comunidade durante o ano inteiro.

Serviço:

O quê: Lançamento do Bloco Cortejo Afro – Carnaval 2015
Quando: Segunda-feira, 26/01/2015
Onde: Largo Pedro Archanjo – Pelourinho / Salvador – Bahia
Horário: 21 horas.
Quanto:  R$20,00 (preço promocional). Ingressos à venda no local
Realização: Entidade Cultural Cortejo Afro
Apoio: Centro de Culturas Populares e Identitárias e Pelourinho Cultural.