Exposição destaca 24 anos na história do Museu de Arte da Bahia

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação

Está aberta para visitação a exposição “24 anos na história do Museu de Arte da Bahia”. O público poderá acompanhar, através de uma linha do tempo, e dos espaços expositivos do andar térreo do museu, uma pequena amostra das principais aquisições, doações, exposições, publicações e restaurações (entre pintura, porcelana, mobiliário e prataria), realizadas entre 1991 e 2014. “O objetivo é apresentar uma prestação de contas à sociedade baiana”, explica a diretora Sylvia Athayde, que assina o projeto, coordenação e curadoria da mostra.

Ao entrar em uma das salas do museu mais antigo do Estado, o visitante observará quadros que vieram engrandecer a coleção de pintura do MAB, representados por renomados pintores como Teófilo de Jesus, Miguel Navarro y Cañizares, João Francisco e Manoel Lopes Rodrigues, Presciliano Silva, Mendonça Filho, Alberto Valença, Diógenes Rebouças, Rescala, Francisco Rodrigues Nunes, Vieira de Campos, Emidio Magalhães, Carlos Bastos e Esperidião Matos.

Na exposição, também merecem destaques as gravuras e desenhos, que inclui mapas de Lisboa e Salvador, dos séc.XVI e XVII, à época da invasão holandesa na Bahia, vistas da cidade de Salvador com várias cenas urbanas, além da importante documentação iconográfica realizada por J. B. Debret na sua viagem ao Brasil entre 1816 e 1831.

Prestação de contas
Durante mais de duas décadas foram doadas 282 e adquiridas 436 peças, que passaram a complementar e integrar as coleções de pintura, desenho, gravura, escultura, mobiliário, porcelana, prata e cristais.  Foram restauradas por técnicos especializados da Bahia e do Rio de Janeiro, 250 pinturas, 56 molduras, 67 esculturas, 281 obras com suporte em papel (desenhos e gravuras), 53 móveis, 18 objetos de porcelana, 03 painéis de azulejo, 10 peças de prata e 27 acessórios femininos.

Acervo restaurado
O Museu de Arte da Bahia, fundado em 1918, viveu nestes 24 anos – de 1991 a 2014 – uma fase áurea, com o seu acervo totalmente restaurado, enriquecido por novas aquisições e doações e dinamizado por exposições de grande sucesso, ocasionando um gradativo aumento de visitantes. “Cumprimos as funções de um verdadeiro museu, conservando e divulgando o seu patrimônio, publicando livros e catálogos, reeditando antigas publicações e interagindo na educação da sociedade, através das suas múltiplas atividades culturais”, complementa a curadora Sylvia Athayde.

Serviço:

Exposição “24 anos na história do Museu de Arte da Bahia”
Dezembro de 2014 a março de 2015
Avenida Sete de Setembro, 2340 – Corredor da Vitória
71 3117 6902 / 9974 5858 (assessoria)
Funcionamento: terça a sexta, das 13h às 19h
Sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h