Exposição mostra cenas corriqueiras do cotidiano de grandes cidades litorâneas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação

A exposição “E todo caminho deu no mar” estará aberta ao público até o dia 2 de setembro de 2018, no Palacete das Artes, no bairro da Graça, em Salvador. Caíque Costa, autor da mostra, vive numa cidade litorânea, cuja cultura, difundida no mundo todo, é influenciada pela presença constante do mar na paisagem urbana. No entanto, afastou-se do mar à medida em que se aproximou da fase adulta e notou que as pessoas ao seu redor tiveram semelhante comportamento.

LEIA MAIS: Bahia anuncia Clayton, ex-Atlético Mineiro, como novo reforço no ataque tricolor

Pareciam todos serem levados a isso, programados para mais uma vida de grande centro urbano. Viu a cidade verticalizando-se, sendo ocupada de forma a não preservar seu litoral, cuja beleza fazia aumentar o preço do metro quadrado com vista para o mar, não importando se um rio, já poluído, tocasse suas ondas. Uma cidade em convulsão identitária.

As fotografias deste projeto apresentam cenas corriqueiras observadas, mas nem sempre vividas, no frenético cotidiano urbano das grandes cidades litorâneas. As imagens são borradas, como o são nossas memórias mais recônditas. É um convite a olhar o mundo que guardamos em nós e tornar a vivenciá-lo. Trata-se da primeira exposição individual de Caíque Costa na capital baiana, sob curadoria de Edgard Oliva.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline