Famílias recebem vídeo de jovens sendo mortos em Camaçari; “Só quero o corpo”, diz mãe

Fonte: Jean Mendes

Famílias recebem vídeo de jovens sendo assassinados em Camaçari; "Só quero o corpo", diz mãe

Crédito da Foto: reprodução/WhatsApp

O desaparecimento de dois jovens moradores de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, terminou de maneira trágica. Micael Nascimento dos Santos, de 21 anos, e Emerson Rocha Pereira, 22, saíram de casa na última quarta-feira (15/11), feriado da Proclamação da República, e não deram mais notícias.

Como se não bastasse toda essa situação, os familiares dos jovens receberam vídeos que mostravam a dupla sendo espancada e assassinada dentro de uma casa. As imagens foram compartilhadas por meio do aplicativo WhatsApp. Quando as mães de Micael e Emerson viram, não tiveram dúvidas que eram seus filhos ali, mortos.

LEIA MAIS: ÚLTIMO LANCE: Famílias são indenizadas, mas se calam diante da tragédia na Fonte Nova

Até a manhã desta sexta-feira (17/11), os corpos ainda não tinham sido localizados. No programa da TV Aratu, Ronda, amigos e familiares de Micael fizeram um protesto com cartazes. “Para mim aquilo não é vídeo, é coisa de monstro. Nenhum ser humano merecia uma morte daquela”, disse uma vizinha que não se identificou.

Familiares realizaram protesto em Camaçari. Foto: Alana Rocha/TV Aratu

A mãe do jovem de 21 anos não conteve as lágrimas e resumiu sua dor em uma única frase. “Só quero o corpo”, disse Adriana Nascimento . O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.