Fortes chuvas abrem cratera em São Caetano e causam o fechamento da Estação Pirajá

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Cabula/Reprodução whatsapp

As fortes chuvas que caem em Salvador desde a noite da última sexta-feira (8), seguem causando transtornos à população. Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), uma enorme cratera no bairro de São Caetano, na via que dá acesso à Jaqueira do Carneiro, obrigou os agentes do órgão a bloquearem o local e a fecharem a saída da Estação Pirajá.

De acordo com a Transalvador, o problema aconteceu durante a madrugada deste domingo (10). O órgão solicita que os motoristas evitem o local. Por conta do mau tempo, há pontos de alagamentos localizados por toda a cidade, com destaque para a Calçada, Avenida Barros Reis, Rua Silveira Martins e Imbuí.

Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal) até as 11h04 o órgão tinha recebido 81 ocorrências. Foram um alagamento de área, oito alagamentos de imóvel, oito ameaças de desabamento de imóvel, uma ameaça de desabamento de muro, cinco ameaças de deslizamento de terra, dois desabamentos de imóvel, dois desabamentos de muro, dois desabamentos parciais, 49 deslizamentos de terra, uma infiltração e uma pista rompida.  Não há registro de feridos.

A Codesal permanece com o plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199. Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que o tempo deve permanecer nublado com chuva e períodos de melhoria. A temperatura deve variar entre 22ºC a 39ºC.

No sábado (9), o órgão emitiu um alerta em sua conta no twitter onde recomendava à população que permaneça em casa. “Atenção!!! As chuvas continuam, por isso todo cuidado é pouco. É importante que a população siga as nossas orientações e, ao primeiro caso de escorregamento de terra, rachaduras nos imóveis ou inclinação em postes e árvores, entre em contato conosco através do 199”.

O órgão também pediu para que a população não jogue lixo em rios e córregos. As chuvas que também atingem a Região Metropolitana de Salvador levaram ao transbordamento do Rio Ipitanga, alagando vários bairros do município de Lauro de Freitas. As ocorrências podem aumentar nos próximos dias porque, segundo a Defesa Civil, tem chovido com frequência e o solo está encharcado.

Lauro de Freitas

Foto: Lauro de Freitas/Reprodução whatsapp

Entre as orientações dadas à população, o órgão pede ainda a quem mora em áreas de risco que ligue imediatamente para a Central 199 ao perceber quaisquer rachaduras nos imóveis, deslizamentos de terra e inclinação em postes e árvores. “Nesses casos, assim como em situações de chuvas torrenciais, o órgão pede ainda que os moradores deixem as residências e procurem abrigo em local seguro”, diz o comunicado da Defesa Civil.