Funcionário terceirizado da Prefeitura e outras nove pessoas são investigadas por desvio de recursos para vítimas da chuva

Fonte: Da redação

Um funcionário terceirizado da Prefeitura foi preso por suspeita de coordenar um esquema de desvio de recursos destinados às vítimas da chuva em Salvador. De acordo com a Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (DECECAP), Thiago Santos Lima, 25 anos, analista de suporte do Fundo de Assistência Municipal, repassava para, pelo menos, nove pessoas verbas que ajudariam os desabrigados.

A fraude foi descoberta durante uma auditória interna da Gestão Municipal. Os beneficiários escolhidos por Thiago, entre eles estudantes de medicina da UFBA, não tinham o perfil socioeconômico dos grupos assistidos pelo auxílio. A verba liberada para eles era acima do teto estipulado, cerca de três salários mínimos, distribuídos conforme acordo do grupo. Cada um dos envolvidos chegava a receber, em períodos alternados, uma quantia no valor de R$3 mil.

A polícia fez buscas na residência de Thiago, no bairro dos Barris, e encontrou cerca de R$ 68 mil em espécie. Ele foi conduzido para sede do DECECAP, onde será apresentado no final da manhã desta sexta-feira (24). Os outros nove envolvidos na fraude receberam conduções coercitivas e estão prestando depoimento na sede da delegacia especializada. As identidades deles não foram reveladas.

O servidor deve responder pelo crime de peculato, enquanto o grupo envolvido na receptação dos recursos deve ser enquadrado por formação de quadrilha.Mesmo após a apresentação do suspeito, a investigação deve continuar. O valor total desviado na fraude não foi divulgado.