Garis curtem Carnaval enquanto fazem limpeza dos circuitos

Fonte: Da redação

Nesse período em que a cidade inteira respira Carnaval, as atenções são triplicadas. Desde o início da festa, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) recolheu cerca de 300 toneladas de lixo. Foram gastos mais de um milhão de litros de água, além de aproximadamente dois mil litros de sabão aromatizante para a limpeza dos circuitos. Estima-se que a quantidade de lixo recolhido nesse Carnaval ultrapasse a marca de 1,8 mil toneladas. O melhor é que mesmo com tanto trabalho há espaço para curtir o Carnaval.

Entre um trio e outro o gari Júlio Silva da Conceição, oito anos de profissão, demonstra animação e também aproveita a folia enquanto aguardava a liberação para a limpeza da avenida com os colegas de trabalho. A vassoura em uma das mãos não o atrapalhava de dançar ao som do batuque de uma banda que já se ouvia longe. Júlio é um dos muitos trabalhadores que não perdem a animação no período carnavalesco.

“Trabalhar durante o Carnaval é muito bom”, destacou, enquanto se balançava ao som da música que vinha do trio seguinte. Durante a folia, ele acorda às 5h, pega no batente às 7h e segue até 14h. Chegando à avenida, ele e os colegas passam depois dos trios e seguem para outros pontos que estejam precisando de limpeza. “Aqui é só aquecimento, pois gosto de trabalhar feliz. Depois é a minha vez de aproveitar essa festa linda”.

Daniela da Silva Conceição aguardava o momento de iniciar o turno enquanto curtia a passagem do trio ao lado da vassoura. “Temos que entrar no clima para vir trabalhar. Acordo 7h para ajeitar a casa e estar bem quando chegar aqui. Pego às 14h e fico até 22h”, disse. No sábado de Carnaval, Daniela vai ter um terceiro turno. “Quando sair daqui vou descer para a Barra e aproveitar a minha festa. Não fiz nos outros dias, mas hoje vai ser melhor”, exclamou, com um sorriso largo no rosto.–