Homem é preso em flagrante suspeito de iniciar foco de incêndio que se alastra na Chapada Diamantina

Fonte: Da redação

Um homem, identificado como Gildásio Miranda da Silva, foi preso por policiais militares suspeito de atear fogo em um dos focos de incêndio que se alastra na Chapada Diamantina desde a semana passada. Segundo um agente da Polícia Civil, o homem foi flagrado em Mucugê, a 449 km de Salvador, e encaminhado à 13ª Coordenadoria do órgão, em Seabra.

Os principais focos das chamas estão em Mucugezinho, Morro Branco e Morrão, além das comunidades de Cravada, Cerrado e Barro Branco, todos dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina. O agente policial contou ainda que Gildásio vai continuar preso até que as investigações sejam concluídas.

Combate às chamas
O secretário de Meio Ambiente da Bahia, Eugênio Spengler, e o comandante do Corpo de Bombeiros, Francisco Telles, embarcaram para a Chapada Diamantina na tarde de sábado (15) para acompanhar de perto a situação dos incêndios florestais. Segundo Spengler, o trabalho, que vem sendo desenvolvido pela equipe da Operação Bahia sem Fogo, ganhará reforços com a contratação de mais duas aeronaves modelos Air Tractor, que já foram enviadas para Lençóis, e de três carros-pipas.

A equipe de técnicos da Sema, Inema e bombeiros permanece em tempo integral na região, focada em combater os focos de incêndios, auxiliando nas atividades de prevenção e monitoramento. A medida integra o Programa Bahia sem Fogo de combate aos incêndios florestais, que é coordenado pela Sema.

Informações e denúncia de queimadas ilegais e quaisquer outros crimes ambientais devem ser informados pelo telefone 0800 071 1400, e-mail denuncias@inema.ba.gov.br, diretamente nos balcões do Inema, na sede ou nas Unidades Regionais, ou por correspondência.