Identificada mulher morta durante confronto entre policiais e bandidos em Periperi

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Arquivo Familiar

A mulher que morreu vítima de uma bala perdida na manhã desta terça-feira (12) no bairro de Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, foi identificada. Segundo informações de agentes do Posto Policial do Hospital do Subúrbio, trata-se de Daylane Nunes Gomes, de 23 anos. Ela chegou a ser socorrida à unidade de saúde por policiais da 18ª Companhia Independente da Polícia Militar, mas não resistiu aos ferimentos provocados por dois tiros que lhe atingiram na cabeça. O corpo de Raylane ainda está no hospital.

A morte da jovem motivou uma manifestação realizada por moradores do bairro, no início da tarde. Vizinhos, amigos e parentes de Daylane fecharam o acesso de veículos para quem seguia rumo ao centro da cidade,  com pneus incendiados. Por volta das 13h20 os dois sentidos foram totalmente bloqueados. O sub-tenente Dias, da 18ª Comnpanhia Independente da Polícia Militar, informou ao Aratu Online que neste momento a via já está completamente liberada. Os manifestantes haviam sido retirados do local com a chegada do Corpo de Bombeiros, mas voltaram a fechar a pista e acabaram contidos pelos policiais.

De acordo com informações da reportagem do Que Venha o Povo – QVP, a morte da jovem aconteceu durante uma operação policial acompanhada com exclusividade pelo programa em uma localidade conhecida como ‘Prainha’. Ao chegarem no local, os policias foram recebidos a tiros por traficantes, dando início ao confronto. Os bandidos conseguiram fugir e a polícia irá investigar de onde partiram os tiros que mataram Daylane. O Departamento de Policia Técnica (DPT) já foi acionado para realizar a remoção do corpo da vítima e  para realizar  a perícia do local.

Operações foram realizadas em Vista Alegre (nas proximidades da localidade conhecida como “Cidade de Plástico”) e em Periperi, por volta das 11h de hoje. Participaram policiais da Rondesp BTS e das 14º, 18º e 19º CIPM’S. Agentes da 5º Delegacia Territorial de Periperi, sob o comando do delegado Nilton Borba, colaboraram com os trabalhos.