Incêndio na Massaranduba: famílias desabrigadas vão contar com o Auxílio Aluguel

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Reprodução / WhatsApp

As famílias que ficaram desabrigadas, por conta de um incêndio de grande proporção, ocorrido nesta madrugada (14), no bairro da Massaranduba, estão sendo assistidas pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate a Pobreza (Semps).

Segundo informações da assessoria de comunicação do órgão, uma equipe de assistentes sociais foi encaminhada à Baixa do Petróleo, local onde mais de 50 barracos ficaram destruídos, com o objetivo de realizar o cadastramento das famílias que tiveram seus imóveis atingidos pelo incêndio.

Na oportunidade, está sendo verificado se os grupos familiares já são beneficiados por algum programa social e estão sendo distribuídos kits emergenciais, contendo: colchões, lençóis, travesseiros, cestas básicas e materiais de higiene.

Ainda de acordo com a assessoria, neste primeiro momento, o titular da Semps, Henrique Trindade, vai disponibilizar o programa de Auxílio Aluguel para aquelas famílias que não têm onde ficar. O benefício é válido por três meses, podendo ser renovado por período igual, para que os desabrigados consigam reunir condições de mudar para um lugar próprio.

Apesar de afirmar que o Auxílio Aluguel será providenciado com brevidade, a Prefeitura não soube precisar quando as famílias começam a contar com este apoio.

aratuonline salvador Mais de 50 famílias ficam desabrigadas após um incêndio na Massaranduba2

Foto: Reprodução / WhatsApp

O caso:

Um incêndio de grande proporção destruiu, na madrugada desta quarta-feira (14), mais de 50 barracos de uma comunidade de palafitas da localidade conhecida como Baixa do Petróleo, que fica no bairro da Massaranduba, em Salvador.

Segundo a Central de Polícias, o fogo começou por volta de 0h30 e só foi contido à 5h pelo Corpo de Bombeiros, que necessitou da ajuda de alguns caminhões-pipas. Até as primeiras horas desta manhã, os combatentes continuavam no local fazendo o resfriamento da área.

Apesar das altas chamas e da grande extensão do fogo na comunidade, nenhuma pessoa ficou ferida, mas testemunhas disseram ao Aratu Online que alguns moradores não conseguiram salvar animais de estimação como cães e gatos, principalmente.