Jovem dada como morta volta para casa e assusta familiares em Feira de Santana

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Messias Teles/TV Aratu

Michele Felício Brito, 18 anos, foi dada como morta pela própria família na terça-feira (10/7) em Feira de Santana, a 110 km de Salvador. Isso porque a mãe dela achou que o corpo de uma mulher morta a tiros na noite de segunda-feira (9/7) era da filha, e entregou ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) sua certidão de nascimento.

Segundo informações cedidas ao repórter da Tv Aratu, Messias Teles, a situação foi esclarecida quando Michele, ao saber do mal entendido foi até o DPT alegando estar viva. A jovem contou que. ao chegar em casa, a família se assustou ao vê-la viva e contou que já tinham entregado sua certidão à Polícia Civil.

Michele foi acompanhada do avô até o DPT para retirar seu documento e esclarecer que não era a vítima do assassinato ocorrido. A verdadeira vítima foi assassinada a tiros por volta das 18h45 de segunda-feira (9/7) na calçada de um bar, localizado na na Rua Comandante Almiro. Ela ainda não foi identificada.

LEIA MAIS: PF investiga ameaças a juiz da Lava Jato; “alguém precisa matar o Sérgio Moro”, diz publicação

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicado originalmente às 13:18