LULA (NÃO CHEGOU) LÁ: Juiz concede liminar que suspende posse de ex-presidente na Casa Civil

Fonte: Da redação

O juiz da 4ª. Vara Federal do Distrito Federal, Itagibá Catta Preta, concedeu liminar suspendendo a posse do ex-presidente Lula como novo ministro da Casa Civil. Ele entendeu que há indícios de cometimento de crime de responsabilidade, já que o empossado é investigado na Operação Lava Jato.

A liminar saiu logo após a cerimônia e Lula ficou, apenas, por 15 minutos no cargo. No despacho, o juiz Catta Preta informa que a criação do cargo de ministro chefe de Gabinete Civil é uma irregularidade por parte da presidente Dilma Rousseff. Ele diz que “caso já tenha ocorrido a posse, suspendo seus efeitos até o julgamento final desta ação”.

A decisão foi tomada em ação popular movida pelo advogado Enio Meregalli Júnior, mas cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

A Advocacia Geral da União (AGU), que defende o governo na Justiça, já informou que vai recorrer ainda nesta quinta para tentar derrubar a liminar.

O juiz federal afirmou que tomou a decisão para preservar a “harmonia entre os Poderes para que o país possa funcionar corretamente”.

“Juiz não é cego nem surdo para o que está acontecendo. O país inteiro viu que existe uma clara intenção do ex-presidente da República, e talvez até da atual presidente da República, de intervir no Poder Judiciário”, disse.