Mais de 100 localidades de Salvador podem ficar sem água após rompimento de adutora

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Reprodução whatsapp

A assessoria da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (Embasa) informou em nota à imprensa que mais de 100 localidades de Salvador correm o risco de ficar sem água após o rompimento de uma adutora na BR-324, ocorrido na última quarta-feira (1º). De acordo com o texto, o equipamento é uma das principais tubulações que alimentam o sistema da capital, levando água da Estação de Tratamento Principal, em Candeias, até o Centro de Reservação do Cabula, o maior do município.

Ainda segundo a Embasa, inicialmente, o maior impacto ocorreu no reservatório do Cabula, mas, como o sistema de abastecimento de Salvador é interligado, os demais reservatórios também estão sendo afetados. Diante desse quadro, até que o reparo seja concluído e o abastecimento retorne à normalidade, a população de Salvador deve intensificar as medidas de economia de água, evitando desperdícios. No período, a Embasa priorizará o abastecimento de hospitais e postos de saúde.

Técnicos da empresa estão trabalhando para reparar os danos causados pelas obras do Metrô. De acordo com a empresa, trata-se de um trabalho de alta complexidade, que envolve o conserto de uma tubulação de 1,2 metro de diâmetro, localizada a 11 metros de profundidade. Diante da extensão do dano e do período prolongado de interrupção da adutora, o equilíbrio do sistema de abastecimento de água de Salvador encontra-se comprometido, com reflexo em diversos bairros. No período, será priorizado o abastecimento de hospitais e postos de saúde. O serviço de atendimento ao cliente é feito pelo telefone 0800 0555 195.

A Embasa informa ainda que o fornecimento de água já foi regularizado nos municípios de Amélia Rodrigues, Coração de Maria, Conceição do Jacuípe (Berimbau) e Terra Nova. Estes locais tiveram o abastecimento temporariamente afetado na quarta-feira (1º) devido à necessidade de interrupção da operação da Estação de Tratamento Principal, em Candeias, para conter o vazamento na adutora.

O Governo do Estado determinou que a concessionária CCR Metrô Bahia garanta o ressarcimento de todos os bens de imóveis localizados próximos à BR-324, na altura da Jaqueira do Carneiro, danificados em razão do rompimento da adutora.

Confira abaixo a relação de bairros/localidades de Salvador que podem ser afetados:

Alto das Pombas, Av. Centenário, Av. Garibaldi, Av. Vasco da Gama, Barra, Calabar, , Chame-Chame, Ondina, Parque São Braz, São Lazaro, Barra Avenida, Campo Grande, Canela, Engenho Velho da Federação, Federação, Gamboa, Garcia, Graça, Jardim Apipema, Rio Vermelho, Vitória, Amaralina, Candeal, Chapada, Cidade Jardim, Cidadela, Horto Florestal, Iguatemi, Itaigara, Nordeste de Amaralina, Parque Bela Vista, Pituba, Santa Cruz, Vale das Pedrinhas.

Calcada, Comércio, Baixa de Quintas, Baixa dos Sapateiros, Av. Djalma Dutra, Dois Leões, Estrada da Rainha, Santo Agostinho, Sete Portas, Barbalho, Caixa D´água, Iapi, Lapinha, Liberdade, Macaubas, Nazaré, Pau Miúdo, Pero Vaz, Santo Antônio, Saúde, Sieiro, Barroquinha.

Centro, Centro Histórico, Jardim Baiano, Tororó, Acupe de Brotas, Alto do Saldanha, Av. Barros Reis, Boa Vista de Brotas, Av. Bonocô, Brotas, Campinas de Brotas, Cidade Nova, Cosme de Farias, Daniel Lisboa, Engenho Velho de Brotas, Loteamento Santa Tereza, Luis Anselmo, Matatu, Av. Ogunjá, Santo Agostinho, Vila Laura.

Bonfim, Monte Serrat, Mares, Boa Viagem, Jardim Cruzeiro, Lobato, Caminho de Areia, Baixa do Fiscal, Ribeira, Massaranduba, Roma, Uruguai, Joanes Leste, Vila Rui Barbosa, São Caetano, Boa Vista do São Caetano, Capelinha, Alto do Peru e Fazenda Grande do Retiro, Curuzu, Santa Mônica, Guarany, Largo do Tanque, San Martins, Bom Juá, Retiro, Pernambués, Arraial do Retiro, Engomadeira, Saramandaia, Cabula, Resgate, Tancredo Neves, Doron, Saboeiro, Narandiba, Arenoso, Santo Inácio, Calabetão, Mata Escura, Sussuarana, Barreiras e São Gonçalo.