Moradores de Itinga acusam policiais por agressão a idoso e tortura em delegacia; PM Nega

Fonte: Redação

Crédito da Foto: Reprodução

Moradores do bairro de Vida Nova em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, relataram momentos de terror durante operação policial na tarde deste sábado (15/10), por volta das 16h. Conforme testemunha, uma averiguação policial foi feita em uma localidade próxima ao final de linha do bairro no Caminho 127. No local um homem ligado ao tráfico foi preso em flagrante, após policiais encontrarem drogas em sua casa.

Ainda de acordo com a fonte, um senhor chegava no momento da operação e caminhava em direção à sua residência, foi surpreendido pela ação policial realizada naquela área e repreendido pelos oficiais que, ainda de acordo com a testemunha teriam agredido Geraldo Matos Filho, 60 anos.

Além das agressões contra o idoso, outro morador teria sido vítima de violência. “Meu marido tentou intervir no momento em que o senhor era agredido por policiais, mas eles deram dois tiros contra meu marido, nenhum atingiu ele. Mesmo assim ele também foi agredido e levado para a delegacia com mais um rapaz”, disse a esposa de Marco Antônio Santos Silva, 32 anos.

Segundo sua esposa, Marco Antônio e mais um morador, Edson Ribeiro Barbosa, 22 anos estão mantidos na 27ª Delegacia Territorial (DT) de Itinga. Na unidade policial, segundo testemunhas é possível ouvir os gritos dos homens que foram presos, sendo os moradores, eles estariam sendo torturados. “Estamos aqui na porta tentando resolver as coisas, mas eles fecharam a delegacia e estão todos lá dentro. Nós temos um bebê de um ano em casa, meu sogro tem problemas de saúde e minha cunhada teve filho recentemente e meu marido aí preso e sendo agredido”, disse a jovem, esposa de um dos moradores detidos.

Em contato com a 27ª DT, a polícia negou qualquer tipo de ação violenta ou agressão contra moradores da região. Apenas houve a confirmação em flagrante de um traficante, com ele foram encontrados 57 dolas de maconha, segundo informações do policial de plantão. “Não sei de nenhum tipo de violência, não tem nada disso aqui. Apenas realizamos a prisão em flagrante de um traficante da região, além dele não há mais ninguém preso nesta delegacia”, negou o oficial.