Morre cobrador queimado em ataque a ônibus na Ribeira

Fonte: da redação

Crédito da Foto: Reprodução Whatsapp

Morreu na manhã deste domingo (19), o cobrador que que teve 75% do corpo queimado durante um protesto no bairro da Ribeira no dia 03 de abril em Salvador.

De acordo com informações do Sindicato dos Rodoviários, Everaldo de Oliveira Silva, 53 anos, morreu no Hospital Teresa de Lisieux onde permanecia internado desde o dia 04. Ele passou por cirurgia de reconstrução dos tecidos da pele no Hospital Geral do Estado (HGE), antes de ser transferido.

cobrador

Foto: reprodução Whatsapp

Por conta do ataque a direção do Sindicato dos Rodoviários decidiu interromper a circulação de ônibus no bairro da Ribeira no dia que aconteceu o crime.

Everaldo foi queimado após oito homens invadirem um ônibus da empresa Praia Grande e atearem fogo ao veículo sem deixar que o cobrador saísse do carro. Eles protestavam contra a morte do garçom Fabiano Souza Santos, sequestrado dentro de sua residência no bairro de Massaranduba e encontrado morto horas depois no Viaduto dos Motoristas, na Baixa do Fiscal. Familiares e vizinhos afirmam que o crime foi cometido por uma milícia formada por policiais militares.

O sepultamento será as 16h30 deste domingo (19), no Cemitério do Campo Santo na Federação.