Morre deficiente baleado em ação da Rondesp na Fazenda Grande II

Fonte: Da Redação

Morreu na madrugada desta segunda-feira (02), por volta de 1h, o portador de deficiência mental que foi baleado durante uma ação da Polícia Militar, no último dia 27 de janeiro, no bairro da Fazenda Grande II, em Salvador. Luís Vagner dos Santos Anunciação, de 29 anos, estava internado em estado grave na UTI do Hospital Prohope (Antigo Jaar Andrade), onde não resistiu ao ferimento sofrido e acabou morrendo.

Os PMs lotados na Rondesp que participaram da ação foram afastados de suas atividades um dia após a ocorrência. Familiares da vítima, na ocasião, informaram que Luís Vagner retornava do trabalho para casa, e foi atingido por um disparo feito por um policial, sem que houvesse uma justificativa.

O Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar da Bahia informou que um grupo entrou em confronto com os policiais, após ser surpreendido em posse de um carro roubado.

Confira na íntegra o comunicado da PM:

“Segundo informações da guarnição da Rondesp Central, na noite desta terça-feira (27), quatro homens foram flagrados em um veículo modelo L200, com restrição de roubo, na localidade da Boca da Mata, no bairro Fazenda Grande II. Ao serem abordados, os elementos fugiram e foram perseguidos pelos PMs. Na fuga, os suspeitos efetuaram disparos contra os policiais, que revidaram.

Durante a ação, Luís Vagner dos Santos Anunciação foi atingido e socorrido pelos PMs para o Hospital Jaar Andrade, onde passou por procedimento cirúrgico, encontra-se em observação e não corre risco de morte. Os policiais envolvidos na ação se apresentaram na Corregedoria da PM, onde já foram ouvidos e estão preventivamente afastados até que as investigações sobre o caso sejam concluídas.

Na tarde desta quarta-feira (28), a Corregedoria da PM recepcionou familiares da vítima que apresentaram uma denúncia contra a ação policial e instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar o fato e adotar todas as medidas necessárias à sua elucidação”.