MORTES DE INOCENTES? Músico e pedreiro são executados em Pero Vaz e Mata Escura; Crimes têm características de execução

Fonte: Da redação

Dois homens foram mortos nas últimas horas em Salvador, em crimes com características de execução. O primeiro homicídio foi registrado por volta das 20h de sexta-feira (8/4), na rua do Areal, no bairro de Mata Escura.

De acordo com a Central de Polícias (Centel) a vítima, ainda não identificada, foi assassinada com cerca de oito tiros. O crime é atribuído a membros do grupo de traficantes conhecido como Bonde de Tampinha.

Eles teriam executado o rapaz, que namorava uma garota do bairro, após ele cumprimentar os criminosos com uma saudação que faz referência a uma facção rival.

A vítima, que já se preparava para deixar o bairro, teria decidido voltar sozinho à casa da namorada após uma discussão. No trajeto, ele encontrou os criminosos e foi morto por eles.

Crime semelhante aconteceu na madrugada deste sábado (9/4), no bairro de Pero Vaz. Milton Rodriguez Macena, 59 anos, foi atingido por vários disparos em um beco localizado na Rua do Pero Vaz, pouco depois da meia-noite.

O homem, que era músico, teria sido executado sem motivos aparentes. De acordo com a polícia, não há informações sobre o envolvimento dele com atividades ilícitas. Milton não possuía antecedentes criminais.

Não há mais informações sobre a autoria e motivação do crime. Ambos os casos serão investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).