Mulher que confessou ter envenenado a própria filha é libertada da prisão na Bahia

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Gustavo Moreira/Radar 64

Daniela Albertino Santos, 19 anos, que confessou ter colocado chumbinho na refeição de sua filha de 1 ano e 8 meses, em Eunápolis, a 650 Km de Salvador, foi libertada da prisão. A informação foi confirmada pelo diretor do presídio de Teixeira de Freitas, Tenente Coronel Osiris Moreira, onde a agressora estava presa. O caso aconteceu no último dia 02 e Daniela disse que deu a substância para a criança pois não aceitava o fato de o marido ter pedido a separação e saído de casa.

O diretor do presídio disse que Daniela saiu da prisão no último sábado (08) e sua liberdade depende de algumas restrições. “O juiz aceitou o pedido de relaxamento da prisão, mas existem algumas restrições, entre elas é a de ficar longe da criança”, destacou o Tenente Coronel Osiris Moreira.

Dias após chegar à cela, Daniela foi atacada por outras internas. “Nós já identificamos as quatro agressoras e elas já foram notificadas. Foi instaurado um procedimento para identificar as outras internas que atacaram Daniela”, disse o diretor da unidade prisional. Ele disse ainda que a vítima não sofreu lesões graves.