Músico se apresenta na delegacia e nega que tenha estuprado filha de 12 anos

Fonte: da redação

Crédito da Foto: Reprodução Tv Aratu

Após ser acusado de estupro pela mãe da filha, o músico Geovane dos Santos se apresentou na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca) na tarde desta quarta-feira (22).

A denúncia foi feita pela mãe da vítima à equipe de reportagem da TV Aratu nesta terça-feira (21). Ela alega que a filha está em estado de choque e sendo acompanhada por um psicólogo.

Confira o depoimento da mãe:

Uma equipe de reportagem do programa Que Venha O Povo esteve na delegacia, mas o suspeito não quis gravar entrevista. O advogado de Geovane disse que ele nega o fato e vai fazer um exame de doenças sexualmente transmissíveis solicitado pela delegada. Explicou ainda, que o cliente sempre conviveu com a filha e não compreende o porquê da acusação.

De acordo com relatos da mãe da adolescente, de 12 anos, o pai teria combinado de passar o feriado de Tiradentes com a filha na última sexta-feira (17). A ex-companheira alega que Geovane deu um copo de Coca-Cola, supostamente contaminado com algum entorpecente, para dopar a garota e facilitar o ato.

No dia seguinte, a vítima enviou uma mensagem pelo aplicativo WhatsApp confessando a mãe que o pai havia abusado sexualmente dela.

Revoltada com o fato, a mulher pegou a filha na casa do suspeito e foi até a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (DERCA) para registrar a ocorrência. Devido a falta de delegado plantonista na unidade, a prisão em flagrante não foi realizada.

A adolescente já passou por exames de corpo de delito e o resultado deve sair em até 30 dias. O músico não foi preso até o momento.

Assista à reportagem sobre o depoimento do suspeito: