NÃO ‘COLOU’: Suspeito tenta obter registro médico em Conselho e é flagrado pela Polícia Federal em Salvador

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação/Cremeb

Paulo Rogério Ferreira, 43 anos, foi flagrado pela Polícia Federal enquanto tentava obter seu registro profissional de médico com diploma falso. Segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), as suspeitas começaram quando Ferreira foi até a sede do órgão, na última terça-feira (8/3), com o documento de graduação.

A hipótese de crime levantada pelo Cremeb foi confirmada quando a Universidade de Caxias do Sul (UCS), onde Ferreira teria feito seu curso superior, constatou que o diploma era falso. A instituição disse que o suspeito “nunca fora aluno da universidade, e consequentemente, o diploma apresentado não é verídico”. Eles acrescentaram ainda que o documento é diferente dos padrões institucionais.

Assim, a Polícia Federal foi acionada e conduziu coercitivamente (quando o suspeito é levado para prestar depoimento) o falso médico para a sede do órgão, no bairro da Calçada, em Salvador. O delegado responsável pelas investigações, Oswaldo Fortunato Neto, informou que será aberto um inquérito para apurar os fatos. Ele disse ainda que Paulo Rogério Ferreira será indiciado por falsificação e uso de documento público, e, se condenado, poderá pegar de 2 a 6 anos de prisão.

De acordo com os documentos apresentados ao Cremeb, o suspeito é natural de Foz do Iguaçu (PR). No diploma, a informação é de que ele concluiu o curso de medicina em 20 de dezembro de 2014.