Passagem de ônibus e metrô em Salvador passam a ser R$ 3,30 a partir deste sábado

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: montagem/Arquivo/Aratu Online

Dois serviços de transporte em massa de Salvador passam a cobrar mais caro do usuário a partir deste sábado (02). Primeiro a passagem nos ônibus, passa de R$ 3,00 para R$ 3,30. Este valor também será cobrado para quem utilizar o metrô, que iniciou suas operações comerciais.

O aumento da tarifa nos coletivos já estava anunciado pela Prefeitura de Salvador. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, o reajuste foi baseado no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido anualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O secretário Fábio Mota justificou, em conversa com o Aratu Online no mês de outubro, que o reajuste é fruto de uma série de melhorias no transporte. Ele exemplificou a implantação do “corujão”, um sistema de ônibus 24h, além do desenvolvimento do CitaMobi, aplicativo que pode ser utilizado pelos usuários de transportes urbanos de Salvador e a renovação da frota dos coletivos, bem como construção de módulos para conforto dos rodoviários.

Metrô
A operação comercial do serviço, inicialmente programada para dezembro, também passa a valer a partir deste sábado. Vale lembrar que a tarifa não é cobrada ainda apenas na linha Bom Juá/Pirajá, inaugurada no último dia 22 de dezembro. Nas demais estações, o valor é o mesmo cobrado nos ônibus, como confirmou o Governador da Bahia, Rui Costa, ainda no mês passado.

A integração entre os dois transportes pode ser feito por meio de um cartão comprado nos guichês da CCR, empresa que administra o sistema. É válido lembrar que a integração será aceita em dez linhas municipais de Salvador e quatro da Região Metropolitana, como explicado pela Aratu Online em dezembro.

No último Diário Oficial de 2015, o Governo assegurou a gratuidade dos idosos com mais de 60 anos; à pessoa com deficiência, comprovadamente carente, e a seu acompanhante, além de crianças com até cinco anos de idade, acompanhada de seu responsável, no metrô.

No mesmo decreto, ficou firmado também que os estudantes, que têm direito à meia entrada, devem estar matriculados em alguma instituição de ensino que esteja cadastrada junto à CCR para receber o benefício. O aluno deve comparecer ao guichê na Estação da Lapa, em Salvador, para emitissão de uma carteira.