Operários feridos em refinaria continuam internados em Hospitais

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação

Os operários atingidos depois de uma explosão na Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador, ainda continuam internados. O caldeireiro José Adailton, além da observadora Jucineide de Jesus, estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Bahia. Já Jonas Leal está no Hospital Humanista de Candeias.

De acordo com informações do Hospital da Bahia, José Adailton está em estado de saúde estável e com 40% do corpo queimado. Ele também se encontra com traumatismos cerebral e toráxicos. Ele continua sem previsão de alta. Já Jucineide de Jesus, que também está no Hospital da Bahia, está na UTI Neurológica, com 15% do corpo queimado, inclusive na face. Ela também está em estado de saúde estável, mas sem previsão de alta.

O Aratu Online entrou em contado com o Hospital Humanista de Candeias, mas não foi informado o estado de saúde de Jonas Leal, que teve queimaduras por 25% do corpo. A explosão, que feriu os três operários aconteceu na tarde de ontem (18).

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), a explosão, além do fogo, gerou deslocamento do ar que projetou os trabalhadores contra outras estruturas.

Meio-ambiente

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) disse que sua equipe de fiscalização realizou inspeção técnica na manhã desta segunda-feira (19) na Refinaria, e não constatou, em primeira análise, impactos ambientais na região.

Somente após a conclusão e entrega do laudo elaborado pela  Petrobras, empresa responsável pela refinaria, poderá ser confirmada a inexistência de danos ao meio ambiente. De acordo com o órgão, a empresa tem 48 horas para enviar um relatório preliminar informando as causas do acidente, mas o Inema segue acompanhando as medidas que estão sendo adotadas.