Mente Brilhante: Aos 17, baiano quebra recorde do Enem, vence professor e curte ‘sono prolongado’ no domingo

Fonte: Jean Mendes

Crédito da Foto: Arquivo Pessoal / Facebook

“Ele está dormindo agora”.

São 10h09 da manhã deste domingo (10/1). E é assim que Soraya Carvalho, mãe do baiano Leonardo Rigo, descreve involuntariamente o astral do adolescente após ter atingido o recorde na prova de matemática do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

O número — 1.008,3 pontos — representa uma pontuação histórica, que o jovem agora divide com outros dois “gênios” também autores da façanha nesta edição do exame: uma no Piauí e outra em São Paulo.

O máximo registrado anteriormente, em matemática, era de 973,6 pontos.

O Aratu Online ligou para a casa de Rigo para conversar com o “Hawking baiano” (sobrenome do físico Stephen Hawking, tido como gênio na área de exatas). A resposta da mãe foi que, no momento, ele estava impossibilitado de atender curtindo o sono dos justos após uma longa farra (em comemoração) na noite de sábado.

Nada mais válido!

Soraya então aproveitou para contar a rotina de estudos do filho. Ela disse que Leonardo sempre demonstrou facilidade com cálculos e números. “Já aos cinco anos percebia que ele brincava com o irmão assim: eles iam somando os números, ‘2+2=4+2…’, até chegar em 8.000”, relembra.

Ela revela ainda uma aposta ganha pelo filho com o professor do colégio onde estuda, o Oficina. “Leonardo ganhou pois o professor de matemática, que também fez o ENEM, errou uma questão”, conta orgulhosa.

Na redação, cuja pontuação máxima é mil, e o tema foi o polêmico “Violência contra a mulher” o estudante fez 980 pontos.”Ele apresentou muitos e bons argumentos, como pontos da Lei Maria da Penha”, pontua Soraya.

Apesar da euforia pela nota, o jovem estudante ainda deve decidir qual curso seguir até segunda-feira, data que se iniciam as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Serão oferecidas 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior.

Mas isso é para depois.

Por enquanto, Rigo apenas curte o sono dos justos.