Ouvidoria de Salvador registra mais de 250 mil atendimentos em 2015

Fonte: Da redação

Durante este ano de 2015, a Ouvidoria Geral do Município (OGM) tem atuado tanto no registro, acompanhamento e cobrança de soluções para as demandas dos cidadãos junto aos órgãos municipais, quanto na intermediação em situações de crise, através do diálogo com as comunidades. A agilização das demandas através da modernização dos canais de atendimento foi a marca da atuação do órgão este ano. Pelo Programa Fala Salvador, que envolve ligações para o 156, Portal Fala Salvador na internet e atendimento presencial da Ouvidoria tanto na sede da instituição, no Comércio, como nas visitas aos bairros, foram registradas de 1º de janeiro a 14 de dezembro 249.563 manifestações dos soteropolitanos.

Do total, 59% dos registros são pedidos de informação, 34,83% referentes à solicitação de serviços e os demais 6,17% distribuídos entre reclamação, denúncia, sugestão e elogio. O levantamento da Ouvidoria revela ainda que as secretarias municipais de Ordem Pública (Semop), da Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Smed) e de Urbanismo (Sucom) reúnem juntas 52,36% das manifestações. Os serviços mais demandados são os de iluminação pública (35,43%), agendamento do programa Salvador Primeiro Passo (9,38%) e fiscalização do transporte público por ônibus (5,65%). Através da atuação em conjunto com os demais órgãos municipais, foram solucionadas durante todo o ano 88% das solicitações.

Neste ano a OGM esteve em 153 bairros e 253 solicitações de serviços foram apontados pessoalmente pelos cidadãos durante as visitas e todas elas encaminhadas aos órgãos competentes. Dos serviços demandados foram 130 canais, córregos e valas, 80 encostas, 280 escadarias, 115 ruas para recapeamento e 270 campos e quadras para construção ou reforma.

Ações de destaque – A Ouvidoria também esteve presente nos três grandes programas de 2015: o Ouvindo Nosso Bairro, Salvador Bairro a Bairro e o Gabinete da Prefeitura em Ação. Nas ocasiões, foram feitos registros de solicitações e avaliação dos serviços públicos municipais prestados pelos órgãos da Prefeitura. Para aperfeiçoamento das atividades, a OGM contribuiu para encontros nacionais de Ouvidoria no sentido de compartilhar experiências, assim como a promoção dos 10 anos de atuação no município para avaliação e reformulação do papel dos ouvidores como elemento estratégico da gestão.

Durante a Operação Chuva a OGM atuou em parceria com as demais secretarias da Prefeitura no sentido de prestar atendimento a todo tipo de ocorrência, através do Disque Salvador 156 e Portal Fala Salvador. A equipe de Precursão da Ouvidoria percorreu diversos pontos da cidade, acompanhando e encaminhando em caráter de urgência as situações consideradas de maior perigo. Os serviços mais demandados e realizados foram a limpeza de bueiros e canais, deslizamentos, imóveis em risco, remoção de árvore caída em via pública e estabilização de encosta. Ainda durante o período chuvoso, relatórios gerenciais foram enviados diretamente ao Gabinete da Prefeitura como forma de coletar e viabilizar ações imediatas à comunidade. Em alguns casos, os registros eram enviados em caráter de urgência por um aplicativo de mensagens instantâneas.