Parabéns! Bahia festeja 30 anos do bi brasileiro; clube ganha museu na Fonte Nova

Fonte: Da redação, com informações do EC Bahia

Crédito da Foto: reprodução / instagram

O dia 19 de fevereiro de 1989 jamais sairá da memória de todos os torcedores tricolores que viveram a conquista e também sempre deve ser exaltado por tricolores mais jovens. Nesta terça-feira (19/2), o Bahia comemora o aniversário de 30 anos da Segunda Estrela de Campeonato Brasileiro, conquistada sobre o Internacional, com muita garra, suor, determinação, amor à camisa e talento.

No dia citado, o Bahia entrou no gramado do antigo Beira-Rio com uma vantagem de 2 a 1, por ter vencido a partida de ida da decisão na Fonte Nova. Com mais de 90 mil colorados no estádio, o Esquadrão teve muita raça e disposição para segurar um empate por 0 a 0, que poderia, inclusive, ter terminado em um triunfo tricolor. Mas foi suficiente para garantir a segunda estrela, se tornando o único time nordestino a conquistar o Campeonato Brasileiro da primeira divisão por duas vezes, fato que segue até hoje.

MACUMBA

Trinta anos após a conquista, ex-jogadores lembram de situações inusitadas vividas no vestiário do Internacional, no dia da grande final. Segundo relatos, alguém do clube gaúcho havia feito uma macumba contra o Bahia e colocado no vestiário. O presidente Paulo Maracajá comandou o grupo de empregados que retirou a encomenda espiritual.

“Era uma macumba estranha, para dizer a verdade. Tinha calabresa, picanha… Era mais um churrasco”, se diverte o goleiro Ronaldo. A resposta do Bahia à macumba gaúcha foi deixar o roupeiro incumbido de encharcar o vestiário de perfume de alfazema, para “benzer” os jogadores. Sem dar atenção à macumba (“sou mais o Nosso Senhor do Bonfim”, disse Evaristo antes da partida), o Bahia jogou pelo empate no Beira-Rio. Havia vencido em Salvador de virada, com dois gols de Bobô.

Campanha
29 jogos
13 vitórias
11 empates
5 derrotas
33 gols marcados
23 gols sofridos

Time base

Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir e Paulo Robson; Paulo Rodrigues, Zé Carlos, Bobô e Gil; Charles e Marquinhos
Técnico: Evaristo de Macedo

Quartas de final

29.jan.89 – Sport 1×1 Bahia
1.fev.89 – Bahia 0x0 Sport

Semifinal

9.fev.89 – Fluminense 0x0 Bahia
12.fev.89 – Bahia 2×1 Fluminense

Final

15.fev.89 – Bahia 2×1 Internacional
19.fev.89 – Internacional 0x0 Bahia

A comemoração não para por aí. Por meio do Twitter, o time anunciou uma surpresa para os torcedores: no mês de dezembro, será inaugurado o Museu do Bahia, na Arena Fonte Nova.

VEJA:

LEIA MAIS: Marta divulga que irá se dedicar à família em 2019 e ida à Copa do Mundo fica em dúvida

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.