Pedido liminar que impede divulgação de material com Lula é aceito, diz MBL

Fonte: da redação

Crédito da Foto: divulgação

O Movimento Brasil Livre (MBL) publicou em seu perfil no Instagram, nesta quinta-feira (13/9), que o pedido liminar feito pelo líder do movimento, Kim Kataguiri – para proibir a divulgação de material impresso com a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à presidência -, foi aceito pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

De acordo com publicação do blog Painel, da Folha de S. Paulo, Kataguiri, que é candidato a deputado federal pelo DEM-SP, foi ao referido órgão com anexos de panfletos impressos pelas campanhas de Rui Falcão, Jilmar Tatto, Eduardo Suplicy e Luiz Marinho, todos do PT de São Paulo. Kim afirma que a publicidade dos petistas infringe decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que vedou atos que apresentassem Lula como presidenciável.

No último dia 5, a liminar foi negada pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator do registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no TSE. Na ocasião, Barroso destacou que, na decisão em que barrou a candidatura de Lula, o TSE já proibiu o PT de apresentá-lo como candidato. Por isso, seria desnecessária nova decisão de caráter geral sobre o assunto e se há suspeita de descumprimento, cada caso deve ser analisado separadamente.

LEIA MAIS: Taxista é preso após tentar estuprar adolescente de 13 anos no bairro de Nazaré

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.