PESQUISA: Recalls cresceram 200% no Brasil nos últimos dez anos

Fonte: Agência Brasil

PESQUISA: Recalls cresceram 200% no Brasil nos últimos dez anos

Crédito da Foto: Agência Brasil

Balanço da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon) apontou que, em 2016, mais de 9,6 milhões de produtos e serviços foram alvo de recall, ou seja, foram reconhecidos pelas próprias empresas com algum defeito. Ao todo, foram divulgadas 138 campanhas de chamamento por 43 empresas.

De acordo com a Senacon, o número foi o maior registrado desde 2003, quando teve início a série histórica. Nos últimos dez anos o Brasil teve um crescimento de mais de 200% nos recalls realizados.

Do total de produtos submetidos a recall no ano passado, 76% são automóveis e 7,2% motos. Aparecem ainda na lista, em menor número, produtos eletrônicos, alimentícios, cadeiras plásticas e bicicletas, entre outros. A maior parte dos recalls (90%) estava relacionada a riscos de lesões e ferimentos pelo uso dos produtos.

LEIA MAIS: CRIME NA GARIBALDI: Suspeito de matar homem em carro é preso e diz que motivo foi passional

Outro destaque no levantamento foi o alto número alto de recalls de airbags fabricados pela empresa japonesa Takata. Foram 40 chamamentos de dispositivos instalados em 2,5 milhões de carros de 13 marcas distintas. Entre as empresas que mais realizaram chamamentos estão a Fiat (14), a Porsche Brasil (13) e a Toyota do Brasil (10).

Até o fim de dezembro de 2016, 415 mil consumidores foram atendidos. A Senacon criou um Sistema de Recall que será lançado em breve e estará com o acesso disponível à população, que poderá acessar o banco de dados de recalls em trâmite no Brasil.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/portalaratuonline.