Piloto de moto aquática que se envolveu em acidente diz que vítima fatal estava sem óculos especial

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: arquivo pessoal/Pedro Santana

Josenilson Raimundo da Silva Souza, 45 anos, piloto de uma das motos aquáticas que se envolveu em um acidente no último sábado (07), no bairro do Bonfim, em Salvador, prestou depoimento na 03ª Delegacia Territorial. Na colisão, o piloto do outro jet sky, Pedro Carvalho de Santana, 37 anos, morreu. Os detalhes do caso e da investigação foram contados pela delegada Ana Paim, em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (10).

Segundo a assessoria da Polícia Civil, o piloto alegou que o mar estava agitado e Pedro estava sem um óculos especial, que protege os olhos da água. Isso teria provocado a batida. Josenilson contou também no depoimento que todos ficaram ao mar após a batida. Eles foram socorridos por pescadores, que estavam em um barco. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil confirmou ainda que, além de Josenilson, a mulher que estava com Pedro na garupa da moto aquática, Claudia Maria de Almeida, também prestou esclarecimentos, mas disse não se lembrar dos detalhes do caso.

Além da investigação policial, a Capitania dos Portos da Bahia também instaurou um Inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), com prazo de noventa dias a partir do caso para conclusão, a fim de apurar as causas e possíveis responsáveis pelo ocorrido.