POLÊMICA: Oposição quer investigar suposta compra de votos envolvendo vereador do DEM

Fonte: Cris Almeida

Crédito da Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (10/2), o Aratu Online divulgou, de forma exclusiva, um vídeo onde a Associação de Mototaxistas (ASMOP) acusa o vereador Cláudio Tinoco (DEM) de praticar crime eleitoral.

De acordo com a associação, o vereador – e hoje secretário de Cultura e Turismo de Salvador – teria praticado venda de votos nas eleições municipais do ano passado, que o elegeu como décimo edil mais votado na capital baiana. Além do vídeo divulgado, no Facebook da associação é possível ver fotos de Cláudio Tinoco entre os mototaxistas em agosto de 2016, próximo ao período das eleições.

LEIA MAIS: Em vídeo, mototaxista ‘dá aula’ de como vender votos a vereador de Salvador; Democrata nega

Em sessão na Câmara Municipal de Salvador (CMS), nesta segunda-feira (13/2), o líder da oposição, José Trindade (PSL), anunciou que vai procurar apurar o caso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Essa acusação é gravíssima, caso tenha fundamento, o TRE precisa apurar e eu estarei atento a isso”.

A vereadora Marta Rodrigues (PT) afirmou que está atrás de mais detalhes sobre a acusação para quando se pronunciar “dar a porrada direito”.

O presidente da Casa, Leo Prates (DEM), e o presidente do partido Democratas na Bahia, Alexandre Aleluia, porém, saíram em defesa do colega de partido. “Confio na índole do vereador e na competência dele. O partido tem muita admiração pelo trabalho de Tinoco e não estamos preocupados com essas acusações”, afirmou Aleluia.

Já Prates explicou que não estava sabendo das acusações, mas que, mesmo assim, confia no vereador. “Quem acusa tem que provar. O vereador Cláudio Tinoco é um homem honrado e sério na forma de fazer política. Acredito muito na integridade dele”.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/portalaratuonline.