Polícia divulga retrato falado de homem que teria matado engenheiro de som no Saboeiro

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Reprodução Facebook

A Polícia Civil está à procura de um homem negro, aparentando entre 22 e 23 anos, magro, medindo cerca de 1,65 m e de olhos escuros, apontado como autor do disparo que matou o engenheiro de som José Fernando Álvares Gundlach, de 62 anos, durante assalto ocorrido no último domingo (4), no bairro do Saboeiro. Um retrato falado do criminoso foi divulgado, na tarde desta terça-feira (6), pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), que, em conjunto com a 11ª Delegacia Territorial (DT/Tancredo Neves), apura o crime.

engenheiro

Foto: Reprodução Facebook

A delegada Francineide Moura, titular da unidade, disse que imagem foi confeccionada com base em informações fornecidas pelas testemunhas já ouvidas. A polícia também está à procura de outros dois homens que participaram do latrocínio.

Segundo a delegada, uma das testemunhas disse que viu o momento em que José Fernando era apalpado pelo ladrão e reagiu quando este tentou levar sua mochila. O engenheiro teria não só segurado a bolsa, mas colocado também a mão sobre a arma do criminoso, que recuou um passo e disparou um tiro contra o rosto da vítima, que morreu, na segunda-feira (5), no Hospital Roberto Santos.

Os ladrões, que já tinham atacado outras pessoas nas imediações, fugiram a bordo de um Fiat Palio Weekend, roubado no dia 2 de outubro, em Jaguaribe. Eles levaram o celular e a mochila do engenheiro de som, além do celular, relógio e a corrente de outras vítimas. O corpo de Fernando foi sepultado na tarde desta terça, no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas.