Polícia diz que mortes em São Caetano têm relação com tráfico de drogas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira (22) detalhes sobre um tiroteio na noite de ontem no bairro de São Caetano, em Salvador. Tiago de Jesus Bispo, de 23 anos, Luan Chastinet Ribeiro, 24, Jubiraci Souza da Silva, 22, e Romival da Silva Lima, 21, foram presos momentos após o crime.

Segundo a Polícia, eles integram a quadrilha liderada pelo traficante Washington Davi Santos da Silva, o “Boca Mole”, mandante do crime. As vítimas do ataque, Davi Santos de Oliveira, 18, Tiago Santos Bispo, 30, e Tiago Cruz dos Santos, 27, pertenciam a um bando rival, liderado por “Everaldinho” e “Saul”.

A Polícia também detalhou que além da disputa por pontos de vendas de drogas, as mortes de Alisson Marcos Santos de Souza e Lucas Souza Costa, comparsas dos presos, ocorridas na noite de quarta-feira (20), na localidade da Goró, em Campinas de Pirajá, motivaram o triplo homicídio. Os traficantes também vingaram a morte de uma mulher de pré-nome de Jéssica, prima de Tiago de Jesus, assassinada no dia 7 de abril, na região de São Caetano.

Dois coletes balísticos, uma pistola 9 mm, uma ponto 45, uma metralhadora ponto 40, de fabricação artesanal, uma espingarda calibre 12, mais de 40 munições, um veículo GT Vectra Hatch, de cor preta, placa JRB 4083, um VW Voyage, preto, placa JRY 9906, e um táxi Corsa Classic, placa OUV 9239, foram apreendidos com a quadrilha.

A polícia busca identificar e localizar os outros traficantes envolvidos na troca de tiros, que feriu Neilton da Silva Bahia Neto, socorrido para o Hospital Ernesto Simões Filho. Tiago Santos Bispo, uma das vítimas, já tinha sido preso por porte ilegal de arma.

Tiago, Luan e Jubiraci foram autuados por homicídio, associação criminosa, associação para o tráfico e porte ilegal de arma. Romival, o taxista que atuava como motorista do bando, vai responder por associação criminosa. Todos foram encaminhados ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Complexo Penitenciário da Mata Escura.