Polícia intercepta assalto a lotérica na Garibaldi, prende três e um morre

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: DIvulgação/ Polícia Civil

Uma tentativa de assalto a uma casa lotérica que fica no interior do supermercado Bompreço, da Avenida Anita Garibaldi, em Salvador, no final da manhã desta terça-feira (24), resultou em uma troca de tiros entre policiais e assaltantes.

As primeiras informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil dão conta que cerca de cinco integrantes da quadrilha tentavam assaltar a lotérica do local, mas foram interceptados pela polícia, dando início ao tiroteio. A equipe do programa “Na Mira” da TV Aratu esteve no local e verificou que na ação um civil que  não teve a identidade revelada foi baleado e encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). O rapaz, segundo a assessoria da Polícia Civil, foi baleado no braço e está no centro cirúrgico.

Ainda segundo informações da equipe da TV Aratu, o homem estava em um carro vermelho que foi atingido pelo Corsa Classic em que estavam os bandidos. Ao saírem do carro, os bandidos atiraram contra o rapaz. No Classic, a polícia encontrou duas placas de veículos, o que leva a crer que o carro seja roubado.

A polícia ainda confirmou que um dos bandidos baleados na ação morreu no HGE. O outro suspeito foi baleado na perna e permanece internado.

Civil baleado durante a troca de tiros. Foto: O Sistema é Bruto.

Civil baleado durante a troca de tiros. Foto: O Sistema é Bruto.

Investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil prenderam Daniel Santos Moreira, Valdemir Bispo dos Reis, Jeanderson Brito de Aguiar Santos e Sávio Profeta Chaves. Um quarto criminoso morreu no confronto e o quinto envolvido conseguiu escapar ao cerco policial e está sendo procurado pela polícia.

Com Valdemir e Daniel, os policiais apreenderam dois revólveres calibre 38, municiados. O quinto assaltante fugiu levando uma pistola.

Segundo o diretor do DHPP, delegado Jorge Figueiredo, os empregados da lotérica assaltada e o dono do estabelecimento, que se comprometeu a levar as imagens do circuito interno de segurança da loja, são aguardados para prestar depoimento ainda hoje (25), na sede do departamento, na Pituba.