Polícia investiga morte de garoto após queda do 6ª andar, sepultamento será nesta tarde

Fonte: Redação

Crédito da Foto: Reprodução TV Aratu

Na madrugada desta terça-feira, por volta das 3h30, um garoto de 5 anos morreu após cair de uma janela do 6º andar do Edifício Morena Rosa, localizado na Rua Ariston Bertino de Carvalho, no bairro de Brotas, em Salvador. Guilherme Oliveira Yokoshiro será sepultado nesta tarde, às 17h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas.

Em coletiva de imprensa realizada no início da tarde, a delegada Maria Dail Sá Barreto, titular da 6ª Delegacia Territorial de Brotas, prestou alguns esclarecimentos sobre o caso e sobre os rumos da investigação. “Ainda é muito cedo para falar, a família está muito abalada, todos estão abalados, o pai da criança ainda não foi ouvido, vamos aguardar o sepultamento da criança”, explicou a delegada.

A polícia ainda não sabe para onde Rafael Yokoshiro, pai de Guilherme, foi e o motivo da saída dele durante a madrugada. Segundo informações da delegada Maria Dail, Rafael teria saído por volta das 1h da madrugada, quando voltou para o apartamento, por volta das 3h30, encontrou a rede de proteção cortada e a criança caída no chão. Em seguida o pai desceu, levou o garoto até o apartamento e pediu socorro ao SAMU. As câmeras de segurança não registraram o momento da queda. Os dois foram vistos juntos pela última vez às 21h30 quando Rafael foi à academia e Guilherme brincava no parque do prédio.

Maria Dail acredita que o menino poderia ter se assustado ao perceber que estava sozinho em casa e teria se jogado pela janela. “Ele costumava brincar de super herói, dizia que era o Batman, acreditava que podia voar.” Comentou Maria Dail.

As investigações seguem, a tesoura escolar encontrada no quarto foi levada pela perícia e será analisada, a necropsia está sendo feita. Carla Verena Oliveira, mãe da criança, também deve ser ouvida. Ainda de acordo com a titular da 6ª DT/Brotas o pai deve ser ouvido ainda hoje.