Polícia já identificou 14 vítimas de empresária acusada de aplicar golpes de R$ 500 mil em Lauro de Freitas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação/ Polícia Civil

A polícia já identificou pelo menos 14 vítimas da empresária Paloma Ramosandrade Villanueva, proprietária da loja Estácio Móveis, localizada na Estrada do Coco, em Lauro de Freitas. De acordo com a titular da Delegacia do Consumidor (Codecon), Carla Ramos, ela é acusada de fechar contratos para a entrega de imóveis, que já sabia que não seriam finalizados, e de utilizar os dados dos clientes para abrir financiamentos em nome deles.

Ainda de acordo com Ramos, o prejuízo, até o momento é estimado em R$ 500 mil. “Mais duas vítimas prestaram depoimento nesta segunda-feira (17) e outra já está agendada para amanhã”, diz. Segundo a delegada, Paloma é considerada fugitiva e está sendo procurada pela polícia.

Durante as investigações, as autoridades descobriram que o estabelecimento foi aberto em 2010, mas que está fechado há cerca de dois meses. Paloma chegou a ser ouvida na Codecon em abril, quando alegou que estava tendo dificuldades para honrar os contratos, mas não foi mais localizada desde então.

Segundo estimativas de Ramos, o prejuízo provocado pelas ações da empresária pode ser ainda maior, já que novas vítimas podem se apresentar na delegacia ao longo dos próximos dias.