Polícia nega que estudantes tenham sido impedidos por traficantes de fazer ENEM em escola no Bairro da Paz

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: ilustrativa/Secom

A 82ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/CAB-Paralela) negou a informação que estudantes foram impedidos de fazer a prova do Ensino Nacional do Ensino Médio (ENEM) no Bairro da Paz, em Salvador. Segundo a Central de Polícias (Centel), uma denúncia, registrada no fim da manhã deste sábado (24), afirmava que traficantes da localidade invadiram ônibus afim de não deixar os estudantes chegarem até à Escola Estadual Mestre Paulo dos Anjos.

O pai de uma mulher, que preferiu não se identificar, contou ao Aratu Online que sua filha saiu de casa, no bairro de São Cristóvão, para fazer o ENEM no Bairro da Paz, mas foi impedida pelos bandidos. Segundo ele, um “toque de recolher” foi imposto pelos criminosos e as provas não foram aplicadas na instituição. A 82ª CIPM negou também esta informação e disse que uma viatura foi deslocada até o local para fazer a segurança na localidade.

A assessoria de comunicação da Bahia reforçou que não houve ocorrências violentas na localidade e que as provas “ocorreram com tranquilidade”.

*Atualizada às 17h14