Polícia prende homens envolvidos na morte de PM durante assalto na Paralela

Fonte: Da Redação

Vai ser apresentado nesta manhã (22), às 11h, um homem envolvido no assassinato do cabo da Polícia Militar Arisvaldo das Neves Santana, de 47 anos, ocorrido durante uma tentativa de assalto na noite de ontem (21) em uma passarela da Avenida Paralela, em Salvador.

Segundo informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Tauã da Silva Barbosa Tosta, de 19 anos, agiu em parceria com Antônio de Jesus Oliveira que está custodiado no Hospital Roberto Santos. O delegado Odair Carneiro, titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), e o major PM Agnaldo Ceita, comandante da Rondesp/Central, conduzem a apresentação no auditório do DHPP.

Em nota divulgada para a imprensa, a PM lamentou o corrido e informou que o policial estava acompanhado da esposa que foi vítima de uma tentativa de assalto. Arisvaldo reagiu à ação dos bandidos e houve troca de tiros, mas ele acabou sendo atingido, não resistindo aos ferimentos. Ainda de acordo com a polícia, o crime aconteceu em frente à faculdade Unijorge e um estudante da instituição, identificado como Marlon Figueiredo, foi atingido na perna quando passava pelo local. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital São Rafael.

O suspeito, Antonio de Jesus Oliveira, baleado no tórax, deu entrada no Hospital Roberto Santos. Na unidade, ele assumiu a autoria do crime e revelou a identidade do comparsa, que foi localizado em sua residência, no bairro da Mata Escura. Na ação, Tauã dirigia um carro (modelo VW/Gol) e prestou socorro ao outro criminoso.

O cabo da PM Arisvaldo das Neves era lotado no Departamento de Modernização e Tecnologia (DMT). O local do sepultamento ainda não foi definido pela família.