Policiais civis da Bahia paralisam atividades por 24h nesta sexta

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Reprodução / Sindipoc

Os policiais civis da Bahia paralisaram as atividades na manhã desta sexta-feira (27) e seguirá com as atividades suspensas até às 08h de sábado (28).  Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindipoc), 30% do efetivo permanecerá trabalhando no atendimento a prisão em flagrante, levantamento cadavérico e crimes contra a criança e a vida.

Ainda conforme o sindicato, a paralisação tem como linha central a reestruturação salarial com base no nível superior, de forma que os salários entre todas as carreiras da Polícia Civil sejam equiparados segundo a complexidade e responsabilidade de todos os profissionais na área de investigação criminal. Além disso, a categoria reivindica pelo reconhecimento do laudo de papiloscopia pelo perito técnico, e pela reforma e construção de unidades policiais adequadas para atendimento à população.

Os servidores reivindicam ainda a publicação do Decreto que regulamenta as promoções. De acordo com o presidente do Sindipoc Marcos Maurício os processos de promoção foram previstos no art.8º da Lei nº 12.601/2012, no qual estava previsto que mais de mil e quatrocentos profissionais seriam promovidos. “A promoção é importante e motivacional para o policial, já que é o reconhecimento de sua dedicação e empenho no exercício da carreira”, observa.