Policial militar suspeito de tentar matar esposa no Rio Vermelho continua preso

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/Facebook

Permanece preso o policial militar Wellington Lima de Souza, acusado de balear a esposa depois de uma discussão, na noite deste domingo (19). Segundo a assessoria da PM, ele chegou conduzindo Ramile Nunes Abdon Legalle, que foi atingida no pescoço, no Hospital Geral do Estado (HGE) e foi preso em seguida.

O autor afirmou que discutiu com a esposa em um bar no bairro do Rio Vermelho por ciúmes e, quando já se encontravam no interior do veículo, ocorreu o disparo acidental.

A delegada do posto policial do HGE autuou o policial militar em flagrante pela tentativa de homicídio e o encaminhou para a Corregedoria da Polícia Militar, que o submeteu ao necessário exame médico legal e o recolheu à Coordenadoria de Custódia Provisória.