Policiamento é reforçado na Mata Escura após ônibus serem incendiados

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/Whats App

A Polícia Militar divulgou nota na manhã desta sexta-feira (23) informando que intensificou o policiamento no bairro da Mata Escura, onde o clima é de tensão desde a noite desta quinta-feira (22), quando dois homens morreram durante uma operação policial. Na manhã de hoje, moradores do bairro foram retirados de dois ônibus do transporte coletivo por homens não identificados. Os veículos foram incendiados e, segundo informações das testemunhas, a ação ocorreu em represália à morte dos dois rapazes, identificados como Ebert Silva dos Santos e Denilson Souza de Barros.

A Polícia Militar informa que intensificou o policiamento na manhã de hoje, com a presença da Rondesp, 48ª CIPM, Operação Gêmeos e Batalhão de Choque, que se encontram em diligência no bairro neste momento com o apoio de 13 viaturas.

Segundo a nota divulgada pela instituição, os atos criminosos são decorrentes da reação de traficantes contra as ações ostensivas da polícia naquela localidade. Por volta das 20h desta quinta-feira (22), a PM foi informada de que havia cerca de 10 homens armados no Beco do Areal, região da Mata Escura. Viaturas da 48ª CIPM foram encaminhadas para o local, onde foram recebidas a tiros, ainda segundo a Polícia.

Na troca de tiros, os dois bandidos foram baleados. Eles foram socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiram aos ferimentos. Na posse dos suspeitos a PM informou que foram encontrados dois revólveres calibre 38 Taurus, uma corrente de metal prata, 213 pacotinhos de cocaína e um boné. Todo material apreendido foi encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar onde foi lavrado o auto de resistência.

Em seguida, por volta das 21h, moradores denunciaram que traficantes do bairro estariam tentando incendiar um coletivo na
mesma região da ocorrência. Guarnições da 48ª e da Rondesp chegaram a tempo e impediram a ação criminosa. Ninguém ficou ferido nesta ação.

Por volta das 7h30 da manhã desta sexta-feira (23), a polícia foi informada de que homens interceptaram um ônibus da empresa Verdemar, que fazia linha Estação Pirajá/ Itapuã, na Avenida Cardeal Avelar Brandão Vilela, mandaram motorista, cobrador e passageiros descerem e atearam fogo. Durante o atendimento desta ocorrência um novo atentado aconteceu na Rua Jardim Pampulha, por volta das 08h30, onde um ônibus da empresa Rio Vermelho também foi incendiado. O Corpo de Bombeiros controlou o incêndio dos dois coletivos e ninguém ficou ferido em nenhuma das ações.

A equipe da TV Aratu esteve no bairro e verificou que os comerciantes fecharam as portas dos estabelecimentos e os ônibus também deixaram de circular na região onde os veículos foram incendiados.