Por falta de conservação, MPE recomenda intervenções no Parque de Exposições em Salvador

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Ilustração / Jornal Grande Bahia

A falta de conservação do Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador motivou o Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Célia Boaventura, titular da 8ª Promotoria de Justiça da Cidadania, a expedir recomendação para que a Secretaria Estadual de Agricultura promova intervenções urgentes necessárias à conservação do local.

Dentre as medidas a serem adotadas no prazo de 10 dias úteis, a contar do recebimento da notificação, estão: a recuperação estrutural da edificação na entrada principal do parque; conserto de instalações elétricas, da grade e dos portões; instalação de sistema de drenagem de águas pluviais; conserto da rede de iluminação; construção de nova guarita; contenção de encosta; e recuperação do pavimento da via de acesso ao parque, em decorrência do buraco que se formou no local.

Segundo a promotora, a manutenção do Parque de Exposições é necessária especialmente em um momento em que Salvador carece de equipamentos públicos para realização de eventos de grande porte, uma vez que o Centro de Convenções passa por intervenções. O documento teve por base relatório da Central de Apoio Técnico (Ceat), que realizou inspeção no parque no final de junho.