Prefeito ACM Neto não descarta decretar estado de emergência em Salvador

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação Agecom/Max Haack

O prefeito ACM Neto afirmou na tarde desta quinta-feira (9), que não descarta decretar estado de emergência em Salvador, que foi atingida por fortes chuvas durante todo o dia, embora avalie que, por enquanto, a medida não é necessária. A declaração foi dada durante entrevista coletiva concedida no Palácio Thomé de Souza, sede da prefeitura da cidade. “Não há necessidade ainda de decretar situação de emergência porque a Prefeitura dispõe dos meios para enfrentar a situação e dar resposta que a população precisa”. A previsão do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) é de que o tempo permaneça o mesmo até o final de semana. De acordo com o prefeito, choveu 100 milímetros em apenas duas horas durante a manhã, número previsto para todo o mês de março.

Ele destacou que os mais de R$ 150 milhões investidos em infraestrutura impediram que a situação tivesse consequências ainda mais graves. Até às 18h, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) havia registrado 41 ocorrências. “Uma chuva dessa intensidade causaria problema em qualquer cidade do planeta, não apenas em Salvador. Isso trouxe consequências, mas as respostas estão acontecendo em toda a cidade. A dispersão da água é muito mais rápida hoje do que era no passado, exatamente por esse investimento que tem sido feito. Ruas que foram pavimentadas não terão mais buracos, e aquelas que não foram receberão intervenção” , afirmou ACM Neto.

O caso mais grave foi um deslizamento de terra nas proximidades de um ponto de ônibus na Avenida Juracy Magalhães, que deixou dois feridos. Jamila Santos Santana, de 25 anos, e Silvino Alves dos Santos, 55, foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas já receberam alta médica. Imóveis da região do Horto Florestal foram notificados.

Apesar dos sustos, o prefeito comemorou o fato de não haver mortes. “Graças a Deus não tivemos vítimas graves. Toda a equipe da Prefeitura, com o apoio do Corpo de Bombeiros, está agora trabalhando para limpar a área. Depois da limpeza, vamos fazer a avaliação da encosta”.

Ainda de acordo com o ACM Neto, a prefeitura ainda investiga a situação na Cidade Jardim, onde uma cratera foi aberta na rua Leonor Calmon, O prefeito orientou os motoristas e pedestres a evitarem o local.

Plantão – Equipes estão em alerta 24 horas na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec), sobretudo a Codesal, Limpurb, Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), Secretaria de Urbanismo (Sucom), Secretaria de Manutenção (Seman) e Secretaria de Saúde (SMS) para dar celeridade em casos graves em decorrência das chuvas. Pontos de alagamento, deslizamentos de terra, desabamento de imóveis, queda de árvores, entre outros registros podem ser informados à Prefeitura pelo 199, serviço que foi temporariamente suspenso pela manhã por conta de uma queda de energia, mas já regularizado pela tarde.

Ainda não há registros de desabrigados ou desalojados, mas a Semps e Defesa Civil estão de prontidão para atender famílias residentes em áreas de risco para garantir abrigamento em equipamentos municipais ou o pagamento do aluguel social. “Nossa principal preocupação agora é com a vida das pessoas e, por esse motivo, faço um apelo para que famílias não permaneçam em situação de risco e nos procurem para que possamos viabilizar uma solução. Felizmente os esforços empenhados pela Prefeitura até aqui evitaram casos mais graves e vítimas fatais na cidade”, disse ACM Neto.