Prefeitura faz reunião de emergência para discutir impactos das chuvas

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Divulgação/Agecom

O prefeito ACM Neto convocou uma reunião de emergência com secretários e dirigentes de órgãos na manhã desta segunda-feira (27), no Palácio Thomé de Souza, para uma avaliação dos impactos das chuvas na cidade e as providências imediatas a serem tomadas para atendimento às vítimas e garantia do retorno à normalidade d​a capital baiana​. Empresas que mant​ê​m contratos com a Prefeitura para ações de manutenção foram acionadas para que deem soluções rápidas às consequências das chuvas. Os detalhes serão apresentados em coletiva de imprensa logo mais, às 15h30, no ​P​alácio.
Só no Alto do Peru, na região da San Martin, choveu 198 mm, local com maior volume pluviométrico registrado na cidade no período, segundo informações da Defesa Civil de Salvador (Codesal). E​,​ para se ter uma ideia do volume de chuvas que atingiu o local, a previsão para todo o mês de abril era de 309 mm, ou seja, em apenas 24 horas choveu quase 200 mm, número muito acima do esperado. Um dos 15 pluviômetros automáticos espalhados pela cidade fica exatamente na San Martin.”A prioridade nesse momento é atender os casos mais graves de deslizamento, como os registrados nas comunidades do Marotinho (Bom Juá) e Barro Branco (San Martin). Temos que cuidar da vida das pessoas. Depois, vamos atuar para que a cidade possa voltar à normalidade o mais rapidamente possível”, afirmou o prefeito ACM Neto, que lamentou profundamente pelas vítimas fatais confirmadas hoje.

Equipes estão em alerta 24 horas na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec), sobretudo a Codesal, Limpurb, Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), Secretaria de Urbanismo (Sucom), Secretaria de Manutenção (Seman) e Secretaria de Saúde (SMS). Ocorrências podem ser informadas à Prefeitura pelo 199.