PRIMEIRO DIA ÚTIL: Integração de ônibus metropolitano com metrô é ampliada

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: César Irará

Todas as linhas de ônibus da Região Metropolitana de Salvador (RMS) com destino à Lapa, que chegam à capital baiana via BR-324, estarão integradas, desde ontem (29/5), ao metrô no terminal do Retiro. Em até três horas, o passageiro que fizer a integração entre os dois sistemas por meio dessas linhas pagará apenas uma passagem. Começou a valer, também, a interoperabilidade dos cartões, ou seja, o Metropasse dá acesso ao metrô e o cartão do metrô é aceito nos ônibus metropolitanos.

Na manhã desta segunda-feira (30/5), primeira dia útil da integração, o sistema funcionava sem problemas aparentes. Na estação do Retiro, em Salvador, o secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Carlos Martins, disse à reportagem da TV Aratu que o governo do estado está realizando esforços junto aos empresários do setor de transporte para integrar o maior número de linhas ao sistema. Hoje nove linhas fazem parte da integração com a RMS.

integracao metro2

Estação do Retiro, em Salvador. Foto: César Irará

 

Metrô-ônibus metropolitano

A integração com as linhas metropolitanas está em vigor desde janeiro, no Retiro. Eram sete linhas que, por decisão da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), visando otimizar o sistema, foram fundidas em quatro: 869I (Barra-Simões Filho), 826A (Góes Calmon-Retiro), 872 (Ilha de São João-Pituba), 875 (Areia Branca-Terminal Retiro).

As cinco outras linhas que chegam a Salvador via BR-324, com destino à Lapa, passam a se integrar a partir do dia 29: 803A2 (Nova Dias D’ávila–Barroquinha), 861 (Mata de São João-Barroquinha), 805A (Madre de Deus-Barroquinha), 800A (Camaçari-Barroquinha), 809 (Candeias-Barroquinha).

Para facilitar a identificação das linhas cadastradas, os passageiros devem procurar por veículos identificados com um adesivo no para-brisa, indicando que aquele ônibus participa do novo sistema. Já no metrô, o usuário pode embarcar em qualquer estação, e depois pegar o coletivo cadastrado. O benefício vale para quem vai de ônibus metropolitano para o metrô e vice-versa. Além disso, ele é individual, ou seja, cada usuário deverá ter seu próprio cartão pois a vantagem não pode ser acumulada para terceiros numa mesma viagem.

Os cartões Metropasse e do metrô devem ser adquiridos nos postos de vendas das respectivas operadoras, a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário do Estado da Bahia (Abemtro) e a CCR Metrô Bahia. Os cartões e créditos da CCR Metrô Bahia devem ser adquiridos nas bilheterias das estações do metrô.

O passageiro não pagará nada além do valor da passagem do ônibus metropolitana para fazer a integração com o sistema metroviário. No sentido ônibus-metrô, o valor total da passagem será debitado no primeiro uso, no acesso ao ônibus metropolitano. No sentido contrário, será descontado R$ 3,30 ao passar o cartão no sistema do metrô e o valor restante (variável de acordo com cada linha) será debitado ao passar o cartão no ônibus metropolitano.