Professores da UFBA decretam greve por tempo indeterminado

Fonte: da redação

Os professores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) decidiram, na tarde desta quinta-feira (28), deflagrar greve por tempo indeterminado com início imediato nesta sexta-feira (29). A assembleia aconteceu em Ondina, em frente ao PAF 1, com cerca de 500 pessoas entre estudantes e professores. Foram realizadas duas votações e a greve foi aprovada por 212 votos favoráveis, 82 contrários e quatro abstenções. Os técnico-administrativos da universidade decidiram também aderir à paralisação.

O corte de verbas para a educação e o déficit financeiro deixado pela antiga gestão, além das ameaças de corte de luz e de água, são alguns dos pontos apresentados pelos trabalhadores. Além disso, eles protestam contra o aprofundamento da precarização das condições de ensino, pesquisa e extensão. Os professores destacaram que a greve nacional não implica necessariamente no movimento desta categoria.

As principais reivindicações de acordo com o Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino (APUB) são o reajuste salarial, melhores condições de trabalho e reestruturação de carreira.