Projeto de mosquitos transgênicos será ampliado na Bahia

Fonte: Da redação

A produção da biofábrica de mosquitos transgênicos Moscamed, instalada no município de Juazeiro será ampliada emergencialmente, após decisões tomadas nas últimas semanas no âmbito dos governos estadual e federal. A ideia inicial é ampliar a disseminação dos mosquitos, atualmente feita apenas no município de Jacobina, para dez cidades com menos de 35 mil habitantes, porém com elevada taxa de infestação pelo Aedes aegypti.

A solicitação do Ministério da Saúde é que a estratégia seja colocada em ação ainda no começo de 2016. Para tanto, foi autorizada pelo governador Rui Costa a cessão do galpão da biofábrica de palma forrageira, que estava em fase final de construção, para que no local seja instalada uma fábrica de ovos de mosquitos transgênicos. A decisão foi comunicada na terça-feira (29), em reunião, pelo secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, ao diretor-presidente da Empresa Moscamed Brasil, Jair Fernandes Virgínio.

Vilas-Boas garantiu ainda a renovação do contrato de financiamento do projeto que se encerraria em 31 de dezembro de 2015, que conta com um investimento anual da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) de R$ 1,2 milhão. O projeto completo que vem sendo desenvolvido pela Sesab, sob a coordenação do infectologista e subsecretárioestadual da Saúde, Roberto Badaró, envolve múltiplas ações conjuntas, complementares, incluindo ações diretas de combate, educação e pesquisa.